Geração de energia elétrica

A Engmed se orgulha em fazer parte destes grandiosos projetos.

Confira os empreendimentos do Ministério do Planejamento em geração de energia elétrica nos estados do Amapá e Pará:
PAC1

USINA HIDRELÉTRICA – FERREIRA GOMES – AP

ÓRGÃO RESPONSÁVEL Ministério de Minas e Energia
EXECUTOR: Ferreira Gomes Energia S.A.
UNIDADE FEDERATIVA: AP
MUNICÍPIO(S): FERREIRA GOMES
PREVISTO 2011-2014: R$786.000.000,00
PREVISTO APÓS 2014: R$26.000.000,00
OBSERVAÇÃO: Previsão para 31/12/2014 -
ESTÁGIO: Em operação
DATA DE REFERÊNCIA 31 de Outubro de 2014

USINA HIDRELÉTRICA – CACHOEIRA CALDEIRÃO – AP

ÓRGÃO RESPONSÁVEL Ministério de Minas e Energia
EXECUTOR: EDP – Energias do Brasil S/A
UNIDADE FEDERATIVA: AP
MUNICÍPIO(S): FERREIRA GOMES
PREVISTO 2011-2014: R$682.350.000,00
PREVISTO APÓS 2014: R$525.000.000,00
OBSERVAÇÃO: Previsão para 31/12/2014 -
ESTÁGIO: Em obras
DATA DE REFERÊNCIA 31 de Outubro de 2014

USINA HIDRELÉTRICA – SANTO ANTONIO JARI – AP PA

ÓRGÃO RESPONSÁVEL Ministério de Minas e Energia
EXECUTOR: Jari Energética S.A.
UNIDADE FEDERATIVA: AP PA
MUNICÍPIO(S): ALMEIRIM/PA, LARANJAL DO JARI/AP
PREVISTO 2011-2014: R$1.234.900.000,00
PREVISTO APÓS 2014: R$65.000.000,00
OBSERVAÇÃO: Previsão para 31/12/2014 -
ESTÁGIO: Em operação
DATA DE REFERÊNCIA 31 de Outubro de 2014

Fonte:http://www.pac.gov.br/obra/46859

Leia Mais...

“Boom” da construção civil reflete na Medicina do Trabalho

Pesquisa realizada com 15 mil executivos brasileiros demonstra que 95,5% deles não mantêm uma alimentação diária equilibrada; 44% são sedentários, e 31,7% têm índice elevado de estresse. Ranking das principais doenças revela rinites, alergias de pele, dores no pescoço, ombros, na cabeça e na coluna, excesso de peso, ansiedade, asma ou bronquite, insônia e colesterol alto.

0005431

No entanto, o “boom” da construção civil nos últimos anos também tem refletido na Medicina do Trabalho com um custo elevado para as empresas. O grande número de atendimentos ambulatoriais seguidos de tratamentos médicos especializados demonstra que este setor apresenta um dos piores resultados. 
Engenheiro de Segurança do Trabalho, Marco Antônio Diniz comenta que 40% dos acidentes de trabalho são resultantes da queda de empregados.  Leia na íntegra…

Leia Mais...